terça-feira, 30 de setembro de 2008

meus blogs

www.prolivro.org.br
www.livroClipHotSite.com
http/;//leituranaescola.blogspot.com
http://internetnaeducacao.blogspot.com
www.gibiteca.blogspot.com
http://sonhosmelodias.blogspot.com
http/;//meacharam.blogspot.com
www.amigosdolivro.com.br
www.concursosliterrios.com.br/homephp
www.brasilquele.com.br/index.php
www.dominiopublico.gov.br

Ilustração para o conto "Branca de Neve"

Nietzsche e seu grande sucesso/Megaalexandria


Assim Falou Zaratustra (em alemão Also sprach Zarathustra) é um livro, iniciado em 1885 pelo filósofo alemão Friedrich Nietzsche, que influenciou significativamente o mundo moderno. O livro foi escrito originalmente como três volumes separados em um período de vários anos. Depois, Nietzsche decidiu escrever outros três volumes mas apenas conseguiu terminar um, elevando o número total de volumes para quatro. Após a morte de Nietzsche, ele foi impresso em um único volume. O livro narra as andanças e ensinamentos de um filósofo, que se auto-nomeou Zaratustra após a fundação do Zoroastrismo na antiga Pérsia. Para explorar muitas das idéias de Nietzsche, o livro usa uma forma poética e fictícia, freqüentemente satirizando o Novo testamento. O centro de Zaratustra é a noção de que os seres humanos são uma forma transicional entre macacos e o que Nietzsche chamou de Übermensch, literalmente "além-do-homem", normalmente traduzido como "super-homem". O nome é um dos muitos trocadilhos no livro e se refere mais claramente à imagem do Sol vindo além do horizonte ao amanhecer como a simples noção de vitória. Amplamente baseado em episódios, as histórias em Zaratustra podem ser lidas em qualquer ordem. Zaratustra contém a famosa frase "Deus está morto", embora esta também tenha aparecido anteriormente no livro Die fröhliche Wissenschaft (A Gaia Ciência) de Nietszche. Os dois volumes finais não terminados do livro foram planejados para retratar o trabalho missionário de Zaratustra e sua eventual morte.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

para refletir sobre a ecologia humana

http://www.youtube.com/watch?v=JxTIFAVsuLY&eurl=http://www.orkut.com.br/FavoriteVideos.aspx?uid=9130958345602690814&na=3&nst=6&nid=d
http://dihitt.com.br/convite_de/joycesanchotene

Photobucket

domingo, 28 de setembro de 2008

Nova ortografia


Folhaonline

"Escrevendo Pela Nova Ortografia" inaugura uma importante parceria entre a Publifolha e o Instituto Antônio Houaiss, uma das mais importantes instituições ligada à língua portuguesa no Brasil. Traz informações essenciais para todas as pessoas - de estudantes a profissionais -, que utilizam a língua portuguesa em qualquer forma de comunicação escrita. É fundamental para que todos conheçam as novas regras que vão reger a língua e para quem quer escrever corretamente. Este livro apresenta as informações essenciais que você precisa saber sobre a nova ortografia. Esclarece as suas principais dúvidas e trata das principais questões do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, como acentuação, trema, hífens, uso do "h", grafia de nomes próprios estrangeiros, entre outras. Reproduz o texto do acordo na íntegra, com observações e explicações. Firmado entre Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor- Leste e Brasil, o novo Acordo Ortográfico passa a valer a partir de 2009 para documentos oficiais e para a mídia. No ensino público, começa a ser implementado em 2010 e até 2012 as novas regras serão adotadas para todas as séries. Elaborado pelo Instituto Antônio Houaiss, uma das mais renomadas instituições de filologia no Brasil, "Escrevendo Pela Nova Ortografia" é fundamental para todos que escrevem em língua portuguesa.
google4a70d0e835d95c7d.html

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

quinta-feira, 25 de setembro de 2008


style="border: 0px;"
alt="Click to join edudemocratica-ead"/>

Click to join edudemocratica-ead


Convite de blog

No blog: tinyrl.com/6aexft, um historiador convida leitores para fazer um texto em conjunto sobre a primeira vez em que viram o Google.
Gentileza Gera Gentileza
Bloggers' Rights at EFF

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Prêmio Jabuti

Cristovão Tezza vence Prêmio Jabuti de melhor romance

O autor catarinense Cristovão Tezza venceu o Prêmio Jabuti 2008 de melhor romance, com "O Filho Eterno". Os vencedores de 20 categorias do Jabuti foram divulgados hoje pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). Na categoria romance, o segundo lugar foi para Bernardo Carvalho, com "O Sol se Põe em São Paulo" e o terceiro, para Bia Bracher, com "Antônio". Ao receber a notícia sobre o prêmio, Tezza disse que já vinha observado uma boa acolhida do público ao seu livro, principalmente por meio da internet, com os e-mails que chegam até ele.

"O livro pegou, por conta da mistura de ficção com realidade. Faz o retrospecto de uma geração, aponta para as dificuldades de relação entre pai e filho e apresenta um painel dos últimos 30 anos de história do Brasil", disse Tezza. Para ele, "trata-se de um livro de maturidade, que não mente nem faz média".

Na categoria poesia, Ivan Junqueira conquistou o primeiro lugar com "O Outro Lado", seguido por Marcus Vinicius Teixeira Quiroga Pereira, com "O Xadrez e As Palavras", e Paulo Fernando Henriques Britto, com "Tarde". O Jabuti de melhor livro de contos foi para Vera do Val por "Historias do Rio Negro". "A Prenda de Seu Damaso e Outros Contos", de Jorge Eduardo Pinto Hausen ficou em segundo lugar e "Fichas de Vitrola", de Jaime Prado Gouvêa, em terceiro.

"1808", de Laurentino Gomes, foi eleito o melhor livro de reportagem,seguido por "O Massacre", de Eric Nepomuceno, e "Bar Bodega: Um Crime de Imprensa", de Carlos Dorneles . Na categoria biografia, o vencedor foi Marco Antonio de Carvalho, com "Rubem Braga: Um Cigano Fazendeiro do Ar".

Extraído de MSN

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

domingo, 21 de setembro de 2008

Educação a Distância: greenpeace

Filme que retrata a destruição da Terra

http://br.youtube.com/watch?v=nEA3rwHyfv4

Vamos democratizar a leitura?

UMA PROPOSTA DE LEITURA DEMOCRÁTICA
Livro Errante é uma atitude. Por que manter na estante, muitas vezes por anos, um livro que já foi lido? Por que não compartilhar com desconhecidos o prazer da leitura? e aquele autor de sua cidade que não é muito conhecido? Por que não apresentá-lo a alguém? Vamos deixar aquele livro tão bom e que já lemos há tanto tempo,em algum lugar público? "O Sol Também Se Levanta"- Ernest Hemingway, meu primeiro livro errante, foi deixado no Parque Treze de Maio na cidade do Recife. Não sei quem pegou, mas com certeza está sendo lido por outras pessoas. Atitude é tudo! vamos passar nossos livros adiante? Conto com você.
Visualizar meu perfil completo

Livro Errante pela internet...
CHÁ DE LETRINHAS
L.E - primeiro do ano: Russos
L.E A Carta de Amor
L.E Mamâe África
L.E Olhos Puxados
Muito prazer, Graciliano
Quem levará o Prêmio Portugal Telecom 2008?

TEXTO ACIMA EXTRAÍDO DE LIVROERRANTE

SERÁ QUE SOMOS DEMOCRÁTICOS EM RELAÇÃO AOS NOSSOS LIVROS. CONHEÇAM O TRABALHO DA REGINA.

Conjugação de verbos

CONJUGADOR DE VERBOS. VOCÊ COM DOIS TOQUES PODE CONJUGAR 280.000 VERBOS

CLIQUE NO SITE ABAIXO! Coloque o verbo adequar (digitar o verbo sempre em minusculo) para o primeiro teste...

http://linguistica. insite.com. br/cgi-bin/ conjugue

ilustrações para Alice no País das Maravilhas

src="http://1.bp.blogspot.com/_bTzq4OE7Iso/SNo4kDYogII/AAAAAAAAAME/JT4oPA2Wy5Y/s320/attwellmabellucie.jpg" border="0" alt=""id="BLOGGER_PHOTO_ID_5249570507688804482"




<
Mabel L. Attwell
Germaine Bouret
Robin e Patricia Dewitt

As meninas aventureiras dos livros

Alice no País das Maravilhas. Adaptação de Monteiro Lobato. Ilustrações de Darcy Penteado. Editora Nacional.
Reinações de Narizinho. Monteiro Lobato. Editora Globo.
A Bolsa Amarela. Lygia Bojunga.Ed. Casa Lygia Bojunga.
A Ilha de Nim. Wendy Orr. Ed. Brinque-Book.
Pippi Meialonga.Ed. Companhia das Letrinhas.
Bisa Bia, Bisa Bel. Ana Maria Machado. Ed. Moderna.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Helena Kolody



Não era isso

Não.
Não era isso.

O que eu queria dizer
era tão alto
e tão longe
que nem conseguiu soletrar
suas palavras-estrelas.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

quarta-feira, 17 de setembro de 2008



terça-feira, 16 de setembro de 2008

Educação a Distância: contador

Educação a Distância: contador

Já ouviu falar


Fundação José Saramago reinicia ateliers para escolas
Cumprindo os objectivos de fomentar a leitura, de incentivar o respeito pelo meio ambiente e de promover a responsabilidade individual e colectiva, decidiu a Fundação José Saramago, à semelhança do ano lectivo anterior e a propósito do livro A Maior Flor do Mundo, de José Saramago, do qual foi produzido um pequeno filme de animação, reiniciar um ciclo de apresentação de ambos em sessões interactivas, supervisionadas por colaboradores da Fundação devidamente credenciados para o efeito, com o apoio dos docentes.
Saramago, grande escritor português criou uma fundação para fomentar a leitura. Pena que só tem em portugal.

domingo, 14 de setembro de 2008

O diário de Anne Frank


Download - O diario de Anne Frank, Anne Frank
Todos conhecem a história profundamente dramática da jovem Anne Frank. Publicado pela primeira vez em 1947, por inciativa de seu pai, o Diário veio revelar ao mundo o que fora, durante dois longos anos, o dia-a-dia de uma adolescente condenada a uma voluntária auto-reclusão, para tentar escapar á sorte dos judeus que os alemães haviam começado a deportar para supostos "campos de trabalho".

MEGA ALEXANDRIA - ebooks: Download, Audio-Livro; A Menina que Roubava Livros, Markus Zusak

MEGA ALEXANDRIA - ebooks: Download, Audio-Livro; A Menina que Roubava Livros, Markus Zusak

sábado, 13 de setembro de 2008

sobrealeitura



Pesquisas sobre a leitura, como as de Yunes (2003),
consideram que as representações de fatos são hipóteses ou versões dependentes de suas condições
de produção ou de contexto.

Já o conceito tradicional de leitura como decodificação
ou mesmo como interpretação de significados
estabilizados está de acordo com a suposição de
que a linguagem é um instrumento manejado e
controlado por nós.
Mariani (2002, p.108)diz:

Estar na linguagem é estar significando e sendo
significado. Nada é óbvio em se tratando de
linguagem, por mais que pareça ser. O sujeito-leitor
se encontra neste processo histórico produzindo
sentidos, ou seja, interpretando sua relação com
o mundo.

A leitura pode permitir um deslocamento de horizonte
essencial para que o leitor situe o texto em sua
historicidade e em sua experiência.

sobre a leitura


É possível perceber que existe, ainda, a crença de que
utilizando-se a gramática normativa é possível sistematizar
a variedade lingüística dos alunos e eliminar os erros que
eles cometem.

Percebe-se, também, que os textos não são tomados
como objetos de leitura, mas como pretexto para
memorização de aspectos marginais do conjunto de
obras alencadas para estudo.

sobre a leitura


Ezequiel T. da Silva (1995) juntamente com outros pesquisadores e educadores como Eliana Yunes (2002), Magda Soares (1986), Luiz Percival Britto (2003), Regina Zilberman (1985), entre outros, têm denunciado, desde a década de 70, uma crise na área da leitura vista por eles como uma questão política que afeta, também, a educação básica e a formação de professores. Tal constatação é possível a partir da análise de
conteúdos de ensino que priorizam curiosidades sobre
a língua como, por exemplo, conjugação de verbos inusitados,
lista de coletivos inúteis, e, na literatura, características
de movimentos literários ou nomes de autores e obras,
somados a resumos destas que, também, são usados
para representações teatrais dos títulos indicados
em vestibulares.

Sobre a leitura

As questões de língua estão relacionadas às questões de leitura e a este respeito Silva (1995, p. 43 e 44) comenta: As causas fundamentais da crise da leitura não estão vinculadas à presença e influência da televisão na sociedade brasileira, como parece explicar o senso comum. Essa crise advém, fundamentalmente (1.) da participação desigual das classes sociais no que tange ao acesso e à fruição dos conhecimentos veiculados pela escrita e (2.) das formas arbitrárias e fetichizadas de se conceber e de se produzir a leitura; (...)

Monteiro Lobato/ por Clara Piriol

O acervo digital do autor encontra-se no site www.unicamp.br/iel/monteirolobato, onde todo o material do Fundo Monteiro Lobato ficará disponível. Os documentos disponibilizados no portal estão sob custódia do Centro de Documentação Alexandre Eulálio (Cedae), do Instituto de estudos da Linguagem da Unicamp.

Na página do Projeto Temático também há links, por meio dos quais se pode pesquisar e acessar nomes e localizações de monografias, dissertações e teses que ainda não foram digitalizadas, além de artigos, textos jornalísticos, bibliotecas e até outros sites sobre o escritor.

“Há muito material inédito que está sendo utilizado para estudar aquilo que chamamos de zonas de sombra, ou seja, tentar entender alguns aspectos da vida de Lobato que ainda não foram tão bem explicados e compreendidos”, destaca a pesquisadora.

Monteiro Lobato: um brasileiro sob ... - Pesquisa de Livros do Google


Monteiro Lobato: um brasileiro sob ... - Pesquisa de Livros do Google

terça-feira, 9 de setembro de 2008

vídeo interessante sobre livros

http://www.discoverybrasil.com/internet/show.shtml







Pesquisa personalizada

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

domingo, 7 de setembro de 2008

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Artes da Thaís

Poema de helena Kolody

FILME DRAMÁTICO

Aos poucos, a história me contagia.
Vibra num acorde intenso de alegria,
quando a hora da ventura é de fazer cantar.

Acre, fere-me em cheio a rajada perversa
que fustiga os heróis
Sua sorte adversa
é tão real, é tão viva, é tão minha!...
As ondas tempestuosas desse mar
se quebram, com violência, no meu peito.

Só ao terminar o filme é que percebo, arfante
que a alegria e o amargor desse drama empolgante
não eram meus, afinal.

Helena Kolody
Dicionário inFormal

O dicionário de português gratuito para internet, onde as palavras são definidas pelos usuários.
Uma iniciativa de documentar on-line a evolução do português.
Não deixe as palavras passarem em branco, participe definindo o seu português!


http://www.dicionarioinformal.com.br/

About Me

Minha foto

Sou professora de Língua portuguesa.

Arquivo do blog

Entrevistas com autores brasileiros

http://www.cronopios.com.br/perfil_literario/

Minha lista de blogs

Itens compartilhados de joyce

Páginas